Portal AuToCaRaVaNiStA - Grupo AuToCaRaVaNiStA Português - O SEU PORTAL DE AUTOCARAVANISMO INDEPENDENTE SEMPRE CONSIGO.

TONGOBRIGA - MARCO DE CANAVESES - PORTO




Apontamento AuToCaRaVaNiStA:
Tongobriga é uma cidade Romana, inserida na área arqueológica do Freixo, na cidade Portuguesa de Marco de Canaveses, Distrito do Porto. Existe ainda uma grande área por explorar desta vasta área de origem Romana. Na zona, para além da pequena aldeia tradicional que lhe está associada, tem ainda um espaço moderno de restauração, com menú gourmet de grande qualidade, que desde já recomendamos, pelo bom gosto na apresentação, na degustação da gastronomia, incluindo uma boa escolha dos vinhos da região. Uma boa experiencia com nome "Sabores da Avó Deolinda".



            HISTÓRIA:
A urbe Tongobriga começou a ser escavada em Agosto de 1980, num sítio chamado "capela dos mouros", designação dada pela população local à pequena parte então visível das ruínas romanas. A estrutura castrejo-romana criada em Tongobriga, possivelmente pelo imperador Augusto, amadureceu política, administrativa e economicamente, resultando daí a instalação de uma cidade. A escavação permite dizer que no final do séc. I, início do séc. II, surge Tongobriga como organismo sócio-económico. 



Podemos pensar que surgiu também nessa época como centro estruturado do poder, civitas, com preponderância sobre a região envolvente.

A construção das termas no final do séc. I, do forum na 1ª metade do séc. II, e demais edifícios públicos identificados, corresponde ao objectivo de dotar este centro urbano de equipamentos colectivos que, pela sua monumentalidade e "riqueza" arquitectónica, impusessem Tongobriga como centro de atracção e decisão.


Esta cidade, cujo auge identificamos na 2ª metade do séc. II, integrava certamente uma política de ordenamento da Tarraconense, particularmente para o Noroeste Peninsular e Norte da Meseta. Tongobriga ocupava cerca de 30 hectares, englobando também o espaço da necrópole. Em comparação com outras cidades romanas, podemos considerá-la de médias dimensões. As áreas habitacionais ocupam cerca de 5 a 7 ha, o que indicia uma população de cerca de 2000 a 2500 pessoas.



No territorium de Tongobriga, marcado pela serra do Marão e pelos rios Tâmega e Douro, são abundantes os vestígios arqueológicos romanos, dos quais identificámos 125 sítios, o que comprova a intensa ocupação desta região, favorecida pela circulação que as vias proporcionavam e pela navegabilidade dos rios Douro e Tâmega.




No séc.V, Tongobriga está documentada como paróquia Sueva, após o que se perde no tempo. Hoje, é uma pequena aldeia, estrutura residual organizada em volta da Igreja Paroquial que poderá estar sobre a primitiva igreja cristã.
Actualmente, estão classificados como Monumento Nacional cerca de 50 hectares, espaço designado por Área Arqueológica de Freixo. O IPPAR, a que o Monumento está afecto, criou aqui um Gabinete responsável pela sua investigação, conservação, gestão e divulgação.
Fonte; cm-marco-canaveses.pt



Portal AuToCaRaVaNiStA
Grupo AuToCaRaVaNiStA Português
Copyright AuToCaRaVaNiStA - by jbmendes