Portal AuToCaRaVaNiStA - Grupo AuToCaRaVaNiStA Português - O SEU PORTAL DE AUTOCARAVANISMO INDEPENDENTE SEMPRE CONSIGO.

SEDA - ALTER DO CHÃO











Apontamento AuToCaRaVaNiStA:

Seda é uma freguesia Alentejana pertencente a Alter do Chão, Distrito de Portalegre, já no limite com a linha territorial do Município de Avis. Aldeia com vestígios medievais, de que nos dá conta uma pequena muralha em forma de torre no caminho em terra batida de acesso às 2 fontes, a saber a fonte do Ribeirinho, e a fonte Santa.
Depois de nos embrenharmos pelos estreitos caminhos em terra adentro, penso que são terrenos privados, e por entre terras de cultivo, dever-se-há ter muita atenção na observação em seu redor, ou poderá passar totalmente despercebido os vestígios desta muralha do Castelo "Vêr Foto". Com um bocado de teimosia, e pernas, lá chegamos à Ponte Romana de Seda, uma ponte de 6 arcos sobre um ribeiro quase morto no verão.




              HISTÓRIA:
Não há conhecimento da história do castelo de Seda anterior a 1160, ano em que D. Afonso Henriques terá conquistado a povoação aos mouros. Pela sua localização, supõem-se que tenha sido um castro lusitano e que o castelo tenha sido construído no local de uma fortaleza romana, embora não se tenham encontrado quaisquer vestígios da presença deste povo. Após a conquista da povoação por D. Afonso Henriques, terá sido doado à Ordem dos Templários, revertendo em 1271 para a Ordem de Avis. A 30 de Outubro de 1427 D. João I concedeu-lhe carta de foral, elevando-a a vila. D. Manuel deu-lhe novo foral a 1 de outubro de 1510. Em 1527 era sede de concelho, de jurisdição da Ordem de Avis, possuindo 184 moradores, tendo sido extinguido como concelho em 1836 com a reforma administrativa. Com uma arquitectura militar medieval, consiste numa cerca urbana com troços de muralha a unir 3 cubelos, e vestígios de um quarto. Construção perpendicular ao solo sem jorramento, com alvenaria em pedra (xisto) à fiada com argamassa de cal. O monumento é impropriamente designado de Castelo, uma vez que consiste apenas numa parte da cerca urbana, sendo por isso Seda uma povoação fortificada, não constando como castelo. Impacto Turístico: O castelo de Seda, ou melhor, o que resta das fortificações de Seda, encontram-se em mau estado de conservação, pois de castelo só tem restos de muralhas. Consiste numa cerca urbana com 3 cubelos e vestígios de um quarto situando-se, concretamente, entre hortas e quintais das habitações da rua do Castelo, do lado Este, e uma encosta abrupta que já é propriedade agrícola. Devido ao seu mau estado de conservação, as muralhas não têm grande impacto turístico, já que apenas se observam restos e partes incompletas de muralhas. Não tem existido grande preocupação em preservar este imóvel de grande importância, testemunho da nossa história, encontrando-se praticamente devoluto.
Fonte: http://www.gt.estt.ipt.pt/

Portal AuToCaRaVaNiStA
Grupo AuToCaRaVaNiStA Português
Copyright AuToCaRaVaNiStA - by jbmendes