Portal AuToCaRaVaNiStA - Grupo AuToCaRaVaNiStA Português - O SEU PORTAL DE AUTOCARAVANISMO INDEPENDENTE SEMPRE CONSIGO.

PONTE DE LIMA - VIANA DO CASTELO


Apontamento AuToCaRaVaNiStA:
Ponte de Lima, é Sede de Concelho, e pertence ao Distrito de Viana do Castelo, Portugal. Terra predominantemente ligada à terra, tem na sua história raízes muito antigas, diz-se interligadas às da fundação de Portugal. Arquitetónicamente medieval, tem na sua ponte de traça Romana o seu Ex-libris. Ponte de Lima assume-se como uma terra de gastronomia muito rica e tradicional, desde o fumeiro bastante requisitado, passando pelo sarrabulho, um dos seus mais famosos pratos típicos, e pelo vinho verde, a sua marca de denominação vinícola. Ponte de Lima, uma terra permanentemente em festa, tem nas tradições Minhotas o seu ponto mais forte.



            HISTÓRIA:

PONTE DE LIMA 2013

Implantada na região do vale do Lima e debruçada sobre o rio que lhe conferiu o nome, a vila de Ponte de Lima possui um conjunto de características paisagísticas únicas que desde sempre conferiram a esta vila do Alto Minho uma originalidade e uma especificidade muito próprias
.

O seu passado histórico, marcado por uma forte referência medieval que ainda hoje se vê traduzida no traçado urbano da vila, teve como suporte uma estrutura económica baseada no carácter comercial e mercantil que se viu reforçada, quando em 1125 D. Teresa lhe conferiu foral institucionalizando a Feira que, tal como hoje, se estende pela frente urbana da vila bordejando o Lima.


Foi praça forte de D. Pedro e D. Fernando e desempenhou um papel importante no tempo de D. João I. O rio, ponto de referência e eixo ordenado da vila, foi até ao dealbar do século XX uma via de comunicação muito activa, estabelecendo a ligação da vila com os centros urbanos do litoral e do interior do vale. Atravessado por uma ponte medieval, construída a partir de uma romana, que estabelecia os contactos entre as duas margens e permitia a ligação da vila, por terra, a outras paragens, tendo muitas vezes servido como passagem obrigatória dos peregrinos que se dirigiam a Santiago de Compostela.
Não foge à evolução que por força destas circunstâncias se verificaram ao tempo de D. João V, como sucedeu com outros centros de maior dimensão. Será graças a esse movimento de efervescência económica que o concelho se vê brindado por notáveis construções arquitectónicas religiosas e cívis.

Fonte: www.cm-pontedelima.pt)

Portal AuToCaRaVaNiStA:
Grupo AuToCaRaVaNiStA Português
Copyright AuToCaRaVaNiStA - by jbmendes