Portal AuToCaRaVaNiStA - Grupo AuToCaRaVaNiStA Português - O SEU PORTAL DE AUTOCARAVANISMO INDEPENDENTE SEMPRE CONSIGO.

COLLEVILLE-SUR-MER - CEMITÉRIO AMERICANO - NORMANDIA - FRANÇA

Apontamento AuToCaRaVaNiStA:


Quem visita Colleville-Sur-Mer, vem sobretudo para homenagear os combatentes da 2ª guerra Mundial, neste caso o mais importante cemitério Americano em França. Na realidade existem inúmeros cemitérios de guerra espalhados um pouco por toda a zona de guerra da Normandia, mas este cemitério é o espelho geral de que realmente os Americanos não brincam em serviço, e este local é um exemplo para o mundo que os Americanos não descuram os seus mortos seja lá onde for.

Posso atestar aqui pela honra e glória destes bravos, e vergo-me pessoalmente perante a estima, o esmero, a competência, a responsabilidade, o brio, e o brilhantismo, com que os americanos homenageiam e respeitam os seus mortos em combate. Não tenho palavras para descrever aquilo que senti perante aquilo que visionei. Já tinha enorme respeito pelos Americanos, mas, fiquei com mais ainda, depois de verificar este local que é um espaço territorial Americano vitalício, fora de qualquer jurisdição Francesa, e na minha modesta opinião, era o mínimo que a França poderia oferecer a quem deu a vida pela libertação de um País que nem era o seu. Não há imagens, vídeos, ou reportagem, que substituam a verdadeira realidade de ver com os nossos próprios olhos. - Nada!
O tratamento do terreno e da relva é executado diariamente por diversos homens e maquinaria de última geração, algumas das quais eu nunca tinha visto nada parecido, tecnologia de ponta. O espaço é enorme com vista para o mar e para a praia de Omaha.


O parque é um colosso para várias centenas de viaturas, tudo muito organizado, à entrada, uma grande portada com vista apenas para um bosque, não é permitido nenhum tipo de estacionamento cá fora mesmo quando o espaço é também enorme e convidativo. O Memorial é uma coisa de outro mundo, à entrada um detetor de metais, todos os objetos são colocados num cesto que posteriormente à frente nos foram entregues. O guarda Americano que controlava a entrada, para meu espanto falava muito bem Português, em toda a viagem ninguém dá uma para a caixa em Português, tinha que ser um Americano a saber falar a lingua de Camões, até aqui ganham aos pontos a todos os outros. No subterrâneo desde cinemas com projeções de filmes relacionados com a 2ª Guerra Mundial, salas de multimédia etc. Um verdadeiro espetáculo, fiquei rendido ao poderio Americano. Na próxima reencarnação quero ser Americano.


        HISTÓRIA:

Omaha Beach é uma das cinco praias de desembarque. O futuro da França e da Europa estava em jogo no dia 6 de Junho de 1944. Quando se visita esta praia que se estende por Vierville-sur-Mer, Saint-Laurent-sur-Mer e Colleville-sur-Mer, tem-se uma ideia mais clara do progresso das batalhas. O litoral Bessin é composto por penhascos de giz íngremes, que sobem mais de cem pés acima do mar. Inaugurado em 1956, o cemitério americano em Colleville foi projetada numa área de 70 hectares (170 acres), que foi cedido aos Estados Unidos pelo governo francês.
A visita começa pelo Centro de Visitantes, onde os detalhes da Operação Overlord são explicados. Lá fora, um diagrama de ponto de vista colocado na frente de um espelho de água, mostra as praias, onde as forças aliadas desembarcaram. Olhando para o Ocidente pode-se ver o cemitério e por trás dele, uma capela em forma redonda. O cemitério contém 9.387 lápides perfeitamente alinhadas numa extensão majestosa do relvado bem tratado e verde. Todos os dias às 16:30, os visitantes podem assistir a cerimónia da descida da bandeira. Ao som de um hino militar, a bandeira americana é recolhida e religiosamente dobrada. O cemitério Americano é o maior, o mais conhecido e o mais comovente dos cemitérios do desembarque na Normandia. Pode ainda assistir a uma visita virtual da praia de Omaha e do próprio cemitério Americano.

                                                                                                                     
Vale muito a pena uma visita:

Por ano mais de um milhão de visitantes vêm prestar homenagem ao cemitério Americano de Colleville-sur-Mer.

Museu e Memorial em Saint-Laurent-sur-Mer, Omaha:

No próprio local de Omaha Beach, o museu, que tem uma área de 13.000 m², exibe uma bela coleção de uniformes, armas, objetos pessoais e veículos. Inúmeras cenas, arquivar fotos vividas, mapas e um filme comentado por veteranos americanos, que explicam os desembarques na praia de Omaha e Pointe du Hoc.

      Estátua les Braves :

Na areia da praia de Omaha, em Saint Laurent sur ​​mer, ergue-se a estátua des Braves. Esta escultura de aço é uma homenagem bem em honra dos soldados que desembarcaram aqui em 06 de junho de 1944.

O Pointe du Hoc em Cricqueville-en-Bessin:

É o símbolo da coragem dos jovens soldados aliados. Este ponto famoso, foi um dos pontos fortes das fortificações alemãs.

A seguir fomos para Granville, um dos últimos bastiões do Muro do Atlântico. Aqui permanecem diversos bunkers na escarpa, e mesmo na direção da foz sobre a cidade. A não perder este final do ano de 1944, o derradeiro DIA D, e o fim de Hitler.
Fonte: http://www.normandie-tourisme.fr (Tradução e arranjos de textos: by jbmendes

PORTAL AuToCaRaVaNiStA:
www.autocaravanista.pt.vu - www.grupoautocaravanista.webs.com
Copyright AuToCaRaVaNiStA - by jbmendes