Portal AuToCaRaVaNiStA - Grupo AuToCaRaVaNiStA Português - O SEU PORTAL DE AUTOCARAVANISMO INDEPENDENTE SEMPRE CONSIGO.

PARÍS - FRANÇA

Apontamento AuToCaRaVaNiStA:

Paris de facto não me surpreendeu, aliás surpreendeu-me pela negativa, achei uma cidade suja, velha, e até desatualizada. Paris realmente já não é a cidade luz de outros tempos, cidade surpreendente, pelo menos para mim! - sinceramente não gostei do que vi. A Torre em obras de remodelação, estão a preparar novo piso subterrâneo, penso eu, para renovar de novo o interesse dos turistas numa nova visita. Profundamente guardada por militares, tem no seu perímetro e arredores, o espaço bastante mal tratado e até sujo.


Os Champs Elysées vale mesmo pelo Arco do Triunfo, as avenidas já estão gastas pelo tempo, as grandes casas dos costureiros e das grandes marcas de perfumes também não surpreenderam. Os edifícios históricos também nada de especial. Nada que não seja comparável com as ruas do Porto e Lisboa. O metro uma das obras colossais realizadas há muitos anos, mais parece as catacumbas Romanas. Regresso a Saint-Germain-en-Laye desiludido. Contudo, não quero deixar a ideia de que Paris não é interessante!
- Apenas estava à espera de mais. Bastante mais. Contudo é uma grande cidade pragmática, e uma das mais importantes cidades Europeias.
Que não restem dúvidas acerca disto. 


              HISTÓRIA:
Do vilarejo galo-romano à cidade do século XXI, Paris viveu profundas mudanças ao longo dos séculos. Capital política, económica e artística, ela mantém, apesar da ação do tempo e da história, um patrimônio arquitetónico único, que faz dela uma das cidades mais visitadas do mundo e a porta de entrada de França para diversos turistas. França tem uma extensa história na qual estao inseridas personalidades impressionantes da História da Europa, tais como Luís XIV, Napoleão Bonaparte, Clodoveo, Rei dos Francos, Charles de Gaulle, entre outros.


A história de Paris remonta-se aos Parisi, um povo gaulês da época pré-romana que lutou contra a ocupaçao do Império de Júlio César. A cidade foi fundada por volta de 300 Anos Antes de Cristo. Esta primeira colonizaçao realizou-se na Ilha de Cité, rodeada pelo Rio Sena, um lugar ideal sobretudo para a defesa da Cidade.




Posteriormente, os romanos finalmente tomaram a cidade e chamaram-na de Lutetia, e estenderam-na para a outra margem do Rio Sena. Com a caída dos romanos, a cidade toma actualmente o seu nome com o reinado de Clodoveo, o Rei dos Francos, que permaneceriam nesta terra durante séculos. A vitória frente aos romanos teve lugar nos finais do Século V e princípios do Século VI. Paris começou a sua expansão e viveu séculos de tranquilidade e prosperidade até que nos finais do século IX foi atacada pelos normandos.





No século XI foram os Capetos que ficam com o comando e trono de França e o controlo de Paris, sendo que é Filipe Augusto que a converte, no século XII, a capital de França. Passaram por aqui reis como, Carlos V, Enrique IV, e Luís XIII, que construíram, ao longos dos tempos, muralhas e edifícios emblemáticos, chegando depois Luís XIV, era já o século XVIII.




Com Luís XIV, Luís XV e Luís XVI começa-se a construir o momento histórico na história francesa, tendo com Luís XVI acontecido um dos marcos mais importantes da história da França, a tomada da Bastilha, acontecimento que derrubou a Monarquia e instaurou a República. Depois, um golpe de Estado de Napoleão Bonaparte muda o rumo da França, da República para o Império. Durante a época de Napoleão, a cidade de Paris sofre uma mudança importante, sendo que os edifícios mais antigos foram derrubados para outros mais modernos serem construídos.

Durante a segunda metade do Século XIX, a cidade também começou a ser um centro de atençao europeia, com numerosas exposiçoes e eventos artísticos.
Em 1889 deu-se outro evento que marcará para sempre um antes e um depois em França, que foi a construçao, por Gustave Eiffel, da  torre que levava o seu nome.



Anos mais tarde, a revoluçao boémia, e no século XX a construçao do Metro de Paris, davam um novo ar à cidade.
Em 1940, a cidade foi invadida pelo exército nazi, tendo sido devolvida aos parisinos anos mais tarde.
Na segunda metade do Século XX são ainda alguns os nomes de ouro que se inscrevem na História de Paris, como François Miterrand, Charles de Gaulle anteriormente, ou Jacques Chirac, todos eles presidentes da jovem república.

Fonte: www.france.fr

PORTAL AuToCaRaVaNiStA:
Grupo AuToCaRaVaNiStA Português
Copyright AuToCaRaVaNiStA - by jbmendes