Portal AuToCaRaVaNiStA - Grupo AuToCaRaVaNiStA Português - O SEU PORTAL DE AUTOCARAVANISMO INDEPENDENTE SEMPRE CONSIGO.

SERRA DA ARRÁBIDA E CASTELO DE SESIMBRA - SESIMBRA



Apontamento AuToCaRaVaNiStA:

Sesimbra é uma Vila Portuguesa pertencente ao Distrito de Setúbal, predominantemente piscatória, salienta-se o seu Castelo altaneiro que se ergue por entre uma enorme falésia sobre o mar, e naturalmente toda a zona da Serra da Arrábida. Toda uma paisagem natural que se vislumbra em toda a sua plenitude. Boa gastronomia, sobretudo em peixe e marisco.




           DESCRIÇÃO:

O concelho de Sesimbra situa-se no sudoeste da Península de Setúbal, possui uma área de 194,98 quilómetros quadrados e integra a Área Metropolitana de Lisboa. É limitado a norte pelos municípios de Almada e Seixal, a nordeste pelo Barreiro, a leste por Setúbal e a Sul Oeste pelo Oceano Atlântico. A sua linha de costa, com múltiplas paisagens, estende-se desde a Lagoa de Albufeira até à Serra da Arrábida.




Do ponto de vista orográfico identificam-se três zonas:
Zona de vale ou várzea, que compreende as terras baixas da lagoa de Albufeira, vales da Apostiça, Brava, Ferraria, Aiana, Amieira, Lage e Torrões; esta zona tem uma altitude máxima de 50 metros (na ribeira da Pateira) e uma mínima de 6 metros, (nas margens da Lagoa de Albufeira). Zona de serra ou acidentada, que é definida por uma faixa, relativamente estreita, que corre paralelamente à costa sul, estendendo-se desde a ponta do Cabo Espichel, a poente, até ao limite nascente do concelho, na Serra da Arrábida; a altitude máxima desta zona encontra-se no Píncaro (380 m), e a mínima nas praias arenosas do litoral.


Zona plana, abrangendo a restante área do concelho; eleva-se suavemente da costa de Alfarim para nascente, situando-se o ponto de cota máxima no limite a sul (Toguinho, com 145 m) e o de mínima nas praias do litoral.
A costa assume predominantemente a forma de falésia dificultando o acesso ao interior, com excepções que proporcionam pequenos ancoradouros correspondentes a vales e gargantas com encostas abruptas.


                 HISTÓRIA:
A emergência de sociedades complexas do Calcolítico (3000 anos a.C.) acompanhou os contactos com as civilizações mediterranicas, portadoras de novas tecnologias metalúrgicas que influenciaram formas sociais, de ocupação territorial e de edificação.
É marcante na Idade do Ferro (séculos VIII-II a.C.) o povoamento da região por cempsos, registando-se este em topónimos como cempsibriga (aldeia dos cempsos) e iugum cempsicum (cabo dos cempsos, o Espichel), registada pela ocupação romana.
A queda do império romano e as invasões dos bárbaros no século V d.C. deixaram poucos vestígios no concelho, sendo necessário aguardar pelo século VIII e pela invasão islâmica para se registar uma nova ocupação.


Acontecimentos Históricos:
1165 - Conquista da região de Sesimbra por D. Afonso Henriques
1190 - Investida Almóada sobre o Castelo de Sesimbra e consequente tomada.
1195 - Reocupação da região por colonos francos, sob ordens de D. Sancho I;
1201 - Atribuição do primeiro foral por D. Sancho I à vila de Sesimbra;
1236 - Doação do Castelo de Sesimbra e do seu termo à Ordem Militar de Santiago, por D. Sancho II...


Fonte: C.M.Sesimbra

Portal AuToCaRaVaNiStA:
Grupo AuToCaRaVaNiStA Português
Copyright AuToCaRaVaNiStA - by jbmendes