Portal AuToCaRaVaNiStA - Grupo AuToCaRaVaNiStA Português - O SEU PORTAL DE AUTOCARAVANISMO INDEPENDENTE SEMPRE CONSIGO.

QUINTA E PALÁCIO DA REGALEIRA - SINTRA


Apontamento AuToCaRaVaNiStA:

A Quinta da Regaleira, fica no perímetro histórico e turístico do centro Sintrense, não está integrada no pacote turístico de visitas, (Parques de Sintra), a saber; - Palácio da Pena - Convento dos Capuchos - Castelo dos Mouros - e Monserrate. O preço de entrada (Maio/2009) era de 6€, mas diga-se em abono da verdade, são bem enpregues, já que todo o percurso, pode ser feito através de um mapa fornecido á entrada, que nos reporta a reviver uma espécie de ilha do tesouro, já que os inúmeros túneis existentes, desembocam em surpresas, umas atráz das outras. Um local recomendado pelo Portal AuToCaRaVaNiStA, obrigatório visitar, com selo de excelência.
O conteúdo das fotos, foi submetido à autorização de divulgação, e teve a concordância da Exª Administração da Quinta da Regaleira. Muito obrigado e Bem Hajam.



          HISTÓRIA:
A documentação histórica relativa à Quinta da Regaleira é escassa para os tempos anteriores à sua compra por Carvalho Monteiro. Sabe-se que, em 1697, José Leite era o proprietário de uma vasta propriedade nos arredores da vila de Sintra, que hoje integra a Quinta. Francisco Albertino Guimarães de Castro comprou a propriedade (conhecida como Quinta da Torre ou do Castro em 1715), em hasta pública, canalizou a água da serra a fim de alimentar uma fonte aí existente. Em 1830, na posse de Manuel Bernardo, a Quinta toma a actual designação. Em 1840, a Quinta da Regaleira é adquirida pela filha de uma negociante do Porto, de apelido Allen, que mais tarde foi agraciada com o título de Baronesa da Regaleira. Data deste período a construção de uma casa de campo que é visível em algumas representações iconográficas de finais do século XIX. A história da Regaleira actual principia em 1892, ano em que os barões da Regaleira vendem a propriedade ao Dr. António Augusto Carvalho Monteiro por 25 contos de réis.


A maior parte da construção actual da quinta teve início em 1904 e estava terminada em 1910. A quinta foi vendida a Waldemar d'Orey em 1942 que, sem ter desvirtuado o que tinha sido concebido, procedeu a pequenas obras de modo a acolher a sua grande família e profundíssimas obras de restauro, já que a casinha não era cuidada há muito. Em 1987 a Quinta da Regaleira é adquirida pela empresa japonesa Aoki Corporation e deixa de servir como habitação, sendo entregue ao cuidado de caseiros e permanece fechada ao público. Em 1997, a Câmara Municipal de Sintra adquire este valioso património, iniciando pouco depois um exaustivo trabalho de recuperação do património edificado e dos jardins. Actualmente, a Quinta da Regaleira está aberta ao público e é anfitriã de diversas actividades culturais.

Fonte: Wikipédia

Portal AuToCaRaVaNiStA:
Grupo AuToCaRaVaNiStA Português
Copyright AuToCaRaVaNiStA - by jbmendes