Portal AuToCaRaVaNiStA - Grupo AuToCaRaVaNiStA Português - O SEU PORTAL DE AUTOCARAVANISMO INDEPENDENTE SEMPRE CONSIGO.

BRAGANÇA - TRÁS-OS-MONTES

Apontamento AuToCaRaVaNiStA:

 A TERRA FRIA:
Bragança é uma cidade Portuguesa - Trás-os-Montes - Capital de Distrito, e é hoje em dia uma cidade moderna, com condições para se desenvolver ainda mais, através do Polo Universitário, e das infraestruturas de apoio que entretanto Bragança foi adquirindo. Releva-se o Património Histórico edificado com destaque para o Castelo, principal pilar defensivo das linhas Nacionais, já que a fronteira com Espanha é muito próxima, a saber: Puebla de Sanábria, e Zamora.


O Butelo com Casulas
Curioso é Rio de Onor estar dividida em 2 partes, uma de Portugal e outra de Espanha, (ver Rio de Onor) o que demonstra que a comunhão e boa vizinhança contrasta pela positiva com outros tempos de rivalidade.


Tem Área de Serviço para Autocaravanas gratuita e área de pernoita situada por traz do Castelo. Vêr coordenadas na nossa "Base de Dados", aqui no Portal AuToCaRaVaNiStA situada na barra lateral.
A Gastronomia é também muito rica, principalmente nos fumeiros e destacamos o ex-libris de Bragança, " O Butelo com Casulas" que é uma verdadeira especialidade Transmontana da Cidade da Terra Fria e de toda a Região de Bragança.

              HISTÓRIA

É provável que, em povoado tão próximo da fronteira, se tenha construído uma linha defensiva, neste local, ainda no reinado de D. Sancho I (dador do 1º foral em 1187). Em 1377, reinava D. Fernando, a "vila" já estava totalmente cercada. (A fonte d' el rei - "poço do rei" - e os panos de muralha devem datar do séc. XV, reinado de D. Afonso V). D. Dinis, nos fins do séc. XIII, teria mandado construir o primeiro castelo (mais um "castelo novo" dos muitos que foram edificados no seu tempo), afirmando-se, assim, a importância do aglomerado. É sobre este castelo, ou a partir dele, que se constrói o que hoje podemos ver (As obras, iniciadas em 1409, com D. João I, só terminam 40 anos depois). 


A tradição atribui a fundação da cidade a um lendário rei Brigos, em 1906 a. C., daí lhe advindo o primitivo nome de Brigância. Mais tarde, foi dominada e reedificada pelos romanos, no tempo do imperador Augusto César que lhe terá dado o nome de Juliobriga. Destruída na altura da guerra com os mouros, foi mandada reconstruir em 1130 por D. Fernando Mendes, cunhado de D. Afonso Henriques, no lugar de Benquerença, tendo adoptado este nome.


A CPF Portugal na rota gastronómica
A Tradicional Feijoada à Transmont.
Esta nova povoação travou novas lutas com os árabes que a destruíram. D. Sancho I repovoou-a e concedeu-lhe o primeiro foral, em 1187. Em 1199 em lutas com o rei de Castela, o monarca português, restituiu-lhe o nome de Bragança.

Restaurante Moderno II Centro Brag.
O foral viria a ser confirmado e reformulado, em 20 de Fevereiro de 1464, pelo rei D. Afonso V. Cidade fronteiriça, D. Dinis mandou fortificá-la, cercando-a de uma muralha e erigindo um poderoso castelo que, em 1390, D. João I mandou ampliar. Esse castelo que domina a cidade tem forma quadrangular, com cada face colocada na direcção de cada um dos pontos cardeais.




Fonte: Enciclopédia 2000/Bragança Cidade

Portal AuToCaRaVaNiStA
Grupo AuToCaRaVaNiStA Português
Copyright AuToCaRaVaNiStA - by jbmendes