Portal AuToCaRaVaNiStA - Grupo AuToCaRaVaNiStA Português - O SEU PORTAL DE AUTOCARAVANISMO INDEPENDENTE SEMPRE CONSIGO.

BARCELONA - ESPANHA



Apontamento AuToCaRaVaNiStA:
Sobre Barcelona, tal qual me referí a Madrid, por serem grandes cidades, tornam-se quase impenetráveis, com a agravante de nos deslocarmos em Autocaravana, um veículo bastante grande para os parcos estacionamentos disponíveis. O único passeio que conseguimos dar pelo centro da cidade e arredores, foi sempre em andamento, e sem nenhuma hipótese de paragem. As ruas, quase todas passadas a pente fino pela Polícia Municipal, fez com que abortasse-mos a visita pedestre a esta bonita e grande cidade, talvez a mais interessante para se visitar em toda a Espanha, é só a minha opinião, não diminuindo, como é evidente, a grande Capital que é Madrid, na qual aconteceu-nos a mesma coisa em relação a estacionamentos. Só conseguimos parar junto ao Estádio do Real Madrid. Ficaram estas duas cidades em stand by para outra oportunidade de visita. O local de pernoita em Barcelona foi junto ao Porto marítimo onde encostam os grandes navios de cruzeiro e paquetes.


                             HISTÓRIA:
Sagrada Família - Barcelona
A cidade de Barcelona e os seus arredores dispõem de indícios de vida humana datados do Neolítico, mas os Iberos foram o primeiro povo a instalar-se de forma consistente nesta zona, cerca de 7 séculos antes de Cristo. A história da cidade de Barcelona começou a ser escrita no século VII a.C. quando, nestas terras, se instalaram os Layetanos, um povo ibero que começou a povoar estas terras, ao qual se seguiu os Cartagineses, que ocupou as terras durante a Segunda Guerra Púnica. Depois, chegaram os Romanos, que, decorria o ano de 218 a.C., baptizaram Barcelona como Julia Augusta Paterna Faventia Barcino. Anos mais tarde, a cidade cresceu de tal forma, que ultrapassou os 10000 habitantes.


Os Romanos estiveram nestas terras até à chegada dos Visigodos, no século V, mas o seu reinado durou pouco, uma vez que, no século VIII, os Árabes conquistaram estas terras, através da acção de Al-Hurr. Após vários séculos de contendas, a cidade foi finalmente recuperada por Borrel II e já no século IX o Império Carolíngio converteu de novo a cidade ao Cristianismo. Foi um período florescente durante o qual ocorreu a reconstrução da cidade. Nesta época, Barcelona passou a fazer parte das mais importantes cidades da Coroa de Aragõa, não tendo sido por acaso que, nos séculos XIII e XIV, Barcelona foi uma das mais importantes cidades do Mediterrâneo, juntamente com Génova e Veneza.



Original cemitério em leiras com janelas - Barcelona
Posteriormente, houve vários altos e baixos até ao século XIX, primeiro com a união entre Fernando de Aragão e Isabel de Castela, que, no século XVIII, conduziu à Guerra da Secessão. Posteriormente, no século XIX, a Revolução Industrial afectou Barcelona de forma significativa. O urbanismo cresceu e com ele a cidade e a indústria, chegando Barcelona a ser em 1888 e em 1929, o local escolhido para duas exposições universais. O século XX é o século da instalação definitiva. Devemos começar assinalando tanto a construção do porto um dos mais importantes da Europa - e do metropolitano, que contribuiu para o crescimento da cidade.


As primeiras décadas deste século foram de prosperidade, até à chegada do franquismo, que trouxe repressão. Depois, chegou a democracia, durante a qual foram organizadas as Olimpíadas de 1992.

Fonte: www.barcelona.costasur.com/

Portal AuToCaRaVaNiStA
Grupo AuToCaRaVaNiStA Português 
Copyright AuToCaRaVaNiStA - by jbmendes